• (43) 3341-1055
  • (43) 9 9103-9114
  • (43) 3341-1055
  • (43) 9103-9114

IDS contribui para consolidar o projeto CAPC de Londrina

  • Mídias
  • Notícias
IDS contribui para consolidar o projeto CAPC de Londrina

IDS contribui para consolidar o projeto CAPC de Londrina

IDS contribui para consolidar o projeto CAPC de Londrina Investir em propostas que fortaleçam o desenvolvimento da área da saúde, um dos segmentos de maior importância do país, é um dos compromissos do IDS (Instituto de Desenvolvimento Social). A parceria com o CAPC (Centro de Apoio ao Paciente de Câncer), de Londrina/PR, é um exemplo. Por enquanto, o centro de apoio é um projeto, que possui um terreno e, no momento, precisa de doações para a construção. Para contribuir nessa causa, o IDS, através de sua diretoria e voluntários, que contam com empresários e consultores, realiza, por exemplo, o intermédio entre os interessados em colaborar e o CAPC. O último resultado desse trabalho aconteceu em dezembro de 2016, momento em que a empresa Bim, distribuidora especializada em perfumes e cosméticos de São Paulo, forneceu recursos e produtos de perfumaria para o CAPC.

Para angariar o recurso, a Bim realizou uma campanha durante o 'Outubro Rosa' do ano passado - iniciativa que destinou uma porcentagem da venda do perfume La Vie Est Belle (Lancôme) para o CAPC.

Além de captar fundos, quando o projeto começar a operar, a parceria IDS e CAPC terá outras duas principais vantagens. Uma delas, refere-se ao projeto 'CAPC Itinerante'. Trata-se de uma carreta que levará profissionais da área da saúde em diversas regiões do país para promover campanhas e orientar o público sobre o câncer. Por causa da parceria, o veículo percorrerá as cidades onde o IDS possui projetos. Outro benefício será em relação às palestras que o idealizador do projeto CAPC, doutor Celso Fernandes Junior, pretende fazer pelo Brasil. Como o IDS é parceiro, essa iniciativa também se estenderá aos municípios de atuação.

A diretoria do IDS explica o porquê apoiar iniciativas como a do CAPC.
'O foco da nossa parceria é captar recursos, ajudar na gestão e controle do local e na prestação de contas. Um dos motivos que nos incentivou a firmar a parceria foi a credibilidade do projeto, que conta com profissionais renomados na área da saúde e parceiros com reconhecimento internacional, como a Fiocruz Bahia - Fundação Oswaldo Cruz, instituição que estará envolvida no Centro de Pesquisa CAPC'.

Projeto CAPC

A previsão é de que o edifício principal tenha em torno de 7.540 metros quadrados o espaço reabilitação, nutrição e serviços cerca de 770 metros quadrados e o Centro de Pesquisa 1.540 metros quadrados aproximadamente.

Quando começar a funcionar, a estimativa é que o CAPC atenda, gratuitamente, 600 pessoas por dia, vindas de procedimentos cirúrgicos ou medicamentosos do Hospital de Câncer (HC) de Londrina, que atende cerca de 220 municípios do Paraná e de outros estados do Brasil. No CAPC, como complemento da ação iniciada no HC, esses pacientes e famílias poderão receber apoio psiquiátrico, ortopédico, odontológico, dermatológico, nutricional, jurídico, fisioterapêutico e espiritual ou estético.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO